Woody Harrelson – Um talento natural

E se vos dissessem que a carreira artística de Woody Harrelson esteve a um passo de não existir? É verdade. O actor entrou na faculdade e inscreveu-se num curso de teatro porque tinha «uma necessidade natural de ter atenção». Ao mudar-se para Nova Iorque não conseguiu encontrar um agente que o representasse e acabou por trabalhar num pequeno restaurante do qual não só foi despedido como acabou por levar uma valente tareia do marido da chefe.

Miraculosamente, acabou por conseguir arranjar agenciamento. Viam na sua cara «algo de interessante» pelo que lhe conseguiram várias audições que o conduziram ao sucesso televisivo Cheers onde interpretou Woody, um rapaz do Indiana, de 1985 a 1993.

Com o fim da série, Harrelson começa a participar em filmes que lhe garantam o sustento. Em White Men Can’t Jump estreia-se ao lado de Wesley Snipes numa comédia sobre dois jovens que combinam esforços para vencer no mundo do basquetebol.

Indecent Proposal junta os “queridinhos da América” da década de 90. Woody Harrelson e Demi Moore são um casal que testa os limites da sua relação quando a mulher decide ceder a uma proposta indecente de um charmoso milionário interpretado por Robert Redford.

No entanto, é com Natural Born Killers que o texano alcança o estrelato. No filme de Oliver Stone, mostra ao mundo um novo Woody que, ao lado de Juliette Lewis, dá vida um serial killer sem escrúpulos glorificado pelos media. Mickey Knox é uma personagem inesquecível e, numa escala de um a “Harrelson” este é o papel que melhor se enquadra na personalidade um tanto ou quanto “louca”do actor.

Em 1996 fez The People vs. Larry Flynt para Milos Forman. Este filme foi o ponto de viragem na carreira de Woody Harrelson. Larry Flynt contava a história de um produtor pornográfico responsável pela revista Hustler que, após ter sido processado várias vezes pelo conteúdo pornográfico que as suas empresas produziam, se tornou um defensor acérrimo da liberdade de expressão para todos.

Em No Country For Old Men, uma película dos irmãos Cohen, Harrelson interpreta Carson Welles, um bom mau-da-fita recrutado por Anton Chigurh (Javier Bardem) para recuperar dois milhões de dólares em dinheiro.

O Tallahassee de Woody Harrelson é das personagens de comédia mais engraçadas de sempre. Não sei qual é o momento mais brilhante desta personagem em Zombieland, se a busca incessante por uma embalagem de twinkies numa carrinha da Hostess Cakes abandonada, se a chacina de zombies avantajados no super-mercado, ou o momento em que abre o seu coração e confessa as saudades que sente do seu Buck. O que sei é que ter a oportunidade de executar alguém assim é um “miminho” muito especial pelo qual qualquer um seria capaz de vender um rim ou outro.

O papel mais comovente em que podemos ver Harrelson é na pele de Captain Tony Stone em The Messenger. Stone é um homem que se alistou no exército por brincadeira porque tudo o que queria era uma oportunidade. No entanto é destacado como “anjo da morte”, nome dado aos oficiais que têm de anunciar a morte dos soldados às suas famílias.

Em 2012, Woody Harrelson entrou no blockbuster The Hunger Games. Neste filme é Haymitch Abernathy, um homem fracassado que se entrega ao álcool. Esta personagem é muito mais completa do que parece nos filmes, tem uma história própria que a torna a pessoa certa para acompanhar Katniss e Peeta no jogo sádico do Capitol.

Apesar de se afirmar a favor liberalização de drogas naturais, ser um ambientalista fervoroso e até já ter estado preso algumas vezes, Harrelson é um actor forte e versátil. As suas prestações nunca nos ficam indiferentes e é por isso que os seus filmes são, de uma forma ou de outra, extremamente marcantes.

Rampart, o seu novo filme, estreou a 7 de Junho nos cinemas portugueses.

Texto por Elisa David

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s