Músicas da Semana #25

Escolhas de Diogo Alves Pinto (Gobi Bear):

Alt-j – Taro
Deram o meu concerto preferido do Milhões de Festa e desde aí que não consegui parar de ouvir o disco. Escolhi esta, como podia ter escolhido outra qualquer, gosto igualmente de todas as faixas.

Grizzly Bear – Southern Point
Esta semana tropecei no Veckatimest. A Southern Point é o início perfeito de um álbum perfeito.

Dan Riverman – Took Me To War
Conheci Dan Riverman há muito pouco tempo, através da Balcony TV e acho esta música genial. Já não me arrepiava tanto com uma voz há muito tempo. Aguardo o álbum com muita antecipação.

Enter Shikari – Return to Energiser
Confirmada a vinda deles a Portugal em Janeiro, voltei a pegar em todos os discos deles e a voltar a ouvir afincadamente as coisas mais antigas, que adoro. Esta é uma das minhas favoritas deles.

Escolhas de Sandro Cantante:

Metal Gear Solid 3: Snake Eater OST – Snake Eater
Decidi voltar a jogar uma das melhores sagas de sempre de videojogos. Curiosamente, nem é este ‘terceiro’ capítulo que me tem ocupado o tempo, mas o quarto. No entanto, sempre que esta música passa fico com a certeza de que é dos melhores ‘main themes’ de qualquer jogo. Ao nível dos jogos.

The Dead Weather – Blue Blood Blues
Começa a crescer o hype para ver Jack White no final deste mês e com isso tenho dado mais atenção aos projectos do senhor. Desde White Stripes até ao álbum a solo, esta foi a música que mais ficou no ouvido deste recordar de música boa que levei a cabo.

Linda Martini – Cronófago
Desde que (finalmente) os vi ao vivo que não deixei de os ouvir. Ainda que goste de muito do trabalho editado até agora, é mesmo o primeiro álbum que mais me fascina, com músicas como esta. Não me lembro da última banda portuguesa que me prendeu tanto e por tanto tempo.

The Pixies – Where is my Mind?
Não me lembro se já fiz referência à música, na altura em que andava maluco com o Fight Club pela milésima vez, mas aqui fica a menção. A música continua a andar pelo meu mp3 e volta e meia lá passa, lembrando-me tudo aquilo que para mim representa. É demasiado bom.

Nine Inch Nails – Something I Can Never Have
Uma música genial do primeiro álbum da banda liderada por Trent Reznor. Ainda assim, para mim é uma daquelas músicas que sabe melhor ouvir quando se está emo. Faz todo o sentido, por alguma razão.

Escolhas de Hugo Rodrigues:

A Lot Like Birds – Vanity’s Fair
Ainda que com o seu segundo e mais recente disco tenham fugido um bocadinho aquilo que mais gostava na banda, com a adição de uma voz mais presente, o “Conversation Piece” foi facilmente um dos discos que mais ouvi no ano passado. Esta semana decidi voltar a pegar nele e, a “Vanity’s Fair” é sempre divertida de ouvir, com a mistura de math/screamo/secção de sopro a puxar para um qualquer sítio tropical, deve ser do calor.

Young Turks – Correspondence
Conheci os Young Turks esta semana, com um disco que nos chegou ao email, e gostei bastante. Um hardcore melódico disperso por 12 faixas e 24 minutos.

Youth Pictures of Florence Henderson – All I Remember is Punk Rock
Mais outra banda que conheci nestes últimos dias sob as mesmas circunstâncias da anterior. Os Youth Pictures of Florence Henderson editaram recentemente um EP chamado “Small Changes We Hardly Notice” e esta é a faixa de abertura. Para se ouvir num final de tarde bom.

Balance and Composure – Separation
Este foi outro dos bons discos que foram editados em 2011, no entanto, só lhe cheguei mais para o final do ano, desde então que o oiço regularmente, sendo “Separation” a faixa homónima que lhe dá nome.

Circa Survive – Phantasmagoria
Como já devem ter percebido, era alguma a ansiedade para ouvir o novo disco dos Circa Survive. Pois bem, este foi disponibilizado para audição esta semana no site oficial da banda, ainda que só saia no próximo dia 28, e para não variar, não me entrou às primeiras audições. Vamos acabar por nos entender, não tenho dúvidas disso, mas para já, ficou a “Phantasmagoria” em repetição.

Deixar uma resposta